Minhas Lembranças, de Juliana Barnes

Conheci a Juliana através do twitter. Ela mantem um blog que por algum motivo desconhecido nunca conseguia comentar (problema que foi resolvido quando parei de comentar nos blogs por falta de tempo – Murphy?!).

Além de blogueira, a Ju também é escritora. Adoro acompanhar seus tweets falando da escrita e das aulas de violino, me divirto muito 🙂

Na Bienal do Rio, que aconteceu ano passado, ela lançou seu livro Minhas Lembranças. Depois do lançamento ela promoveu um booktour entre alguns blogueiros, e corri para me inscrever. Sim, sou adepta de booktours mesmo, adoro a interação que acontece entre autores e leitores, e entre os blogueiros também. Confiram os posts dela sobre a Bienal aqui, aqui e aqui.

Vocês podem conferir a primeira resenha do livro, acompanhada de uma entrevista com a autora no Tinta Pink.

Voltando ao livro…

“Minhas Lembranças” é um livro dramático.  Mas também uma história de amor, e o melhor: sem triângulos amorosos!

Gostei muito de ter tido a oportunidade de ler o livro através do booktour. Li num momento atribulado no ano passado, e ainda bem que deixei o final para ler depois da prova do mestrado (que nem passei), porque estaria abalada.

Depois que terminei de ler, fiquei pensando em Ônix e Caleb… pensando em finais alternativos (ai que vontade de desabafar com spoilers aqui rsrsr)

Segue a sinopse para vocês:

Quando Ônix perde seus pais em um acidente na estrada principal da Dinamarca a caminho da comemoração da sua formatura, ela não sabia que poderia sentir o que sentiu. Culpava a si mesma por ter causado aquele desastre e o pior se lamentava por não ter dado o devido valor aos seus pais. Mas já era tarde demais. Seus tios de criação ficam cientes do acidente e então convidam Ônix para morar com eles no interior de Londres. Apesar de estar confusa e muito mal, Ônix se dá a oportunidade de reviver. E fazendo isso ela encontra com o seu velho amigo de infância. Calebe fez Ônix esquecer da sua própria dor assim que ela olhou aqueles olhos verdes melancólicos. Descobrindo o porquê da melancolia Ônix soube que aquele sentimento de amizade já não poderia ser mais chamado de amizade. Um livro baseado em fatos reais. 

Todo o livro é permeado pela perda. Já começamos a história conhecendo Ônix num momento péssimo: seus pais acabaram de morrer num acidente de carro, em que ela estava presente, sendo a única que sobreviveu. Para piorar a situação, ela acha que a culpa é dela por seus pais terem morrido, por ela ter insistido em viajar.
Pelo que a própria Ônix nos revela, antes do acidente ela era uma adolescente fútil, que tinha deixado de dar valor as pequenas coisas da vida. Compreensível. Sem seus pais, ela relembra os momentos que tiveram juntos, ou que deixaram de ter por opção dela, e lidando com essa tempestade ela vai amadurecendo.

Quando sai do hospital, nossa protagonista vai para casa de seus tios (de consideração), e reencontra seu primo, Caleb (que é filho adotivo do casal). Este último mudou, há uma coisa diferente nele que inquieta Ônix. Enquanto ela resolve esse mistério particular, acaba envolvida em algo maior, meio sobrenatural que faz com que a ligação entre os dois seja ainda mais forte.

No momento em que fui aceita no booktour, Juliana avisou que tinha ciência dos problemas que o livro tinha, mas acho importante destacar o principal ponto que me incomodou durante a leitura: a falta de edição.
Não falo nem de problemas ortográficos, mas às vezes as situações pareciam meio apressadas demais, algo que um editor/revisor teria que ver antes de imprimir o livro. Cenas que, se fossem reescritas, ficariam perfeitas. Não digo que não gostei da leitura, pelo contrário! Apesar de não ter lido muitos dramas ultimamente, gosto de boas histórias do tipo, e como disse, é uma história de amor! Posso querer ser durona, mas lendo me derreto fácil fácil rsrsrsrs

Minhas Lembranças me lembrou as fábulas, que sempre tem uma lição no final. A maior lição que tirei da leitura foi que não devemos desistir, nos entregar as dificuldades da vida, e que (momento de frase brega, porém verdadeira) o amor é a cura para todo mal (não importa em que grau seja esse amor).
Uma bonita história que espero que mais pessoas leiam! Soube que vai ter uma segunda edição, e acredito que os probleminhas serão resolvidos e a leitura vai ficar mais gostosa.

Recomendo para apreciadores do gênero!

Anúncios

9 thoughts on “Minhas Lembranças, de Juliana Barnes

    • É interessante sim! Aconselho a esperar pela segunda edição. Vou comprar, e talvez monte um booktour pelo blog, assim mais pessoas vão conhecer a história de Ônix e Calebe 🙂

      beijos,
      bibs

    • É bacana sim, outras resenhistas falaram que lembram as histórias de Nicholas Sparks, já dá pra sentir o clima da leitura né?!
      Ainda estou evitando Sparks que não tô a fim de sofrer 😡

      beijos,
      bibs

  1. Hum, parece ser o tipo de livro que serve para você ficar triste e depois calma por causa de um romance, não é?

    Esse tipo de livro não faz meu gênero mas tenho uma amiga que adora e vou indicar para ela, apesar de ela ser bem chata com esse problema de edição também.

    É muito ruim essa falta de atenção porque nos sentimos perdidos e cheios de perguntas, me dá muito desespero.

    Pelo comentário da Juliana acima parece que foi arrumado esses problemas, então melhor esperar a segunda edição rs.

    Beijosss
    http://frozenlivros.blogspot.com

Deixe um comentário

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s