A dieta das chocólatras, de Carole Matthews

Capa A dieta das chocólatras

   

“Dicas de sobrevivência nos momentos de estresse: 1) respire fundo, 2) conte até 10, 3) coma chocolate. Quando as quatro participantes do Clube das Chocólatras convocam um encontro de emergência, elas pulam direto para a terceira dica. 

Assim como no primeiro romance de Carole Matthews, em A Dieta das Chocólatras, as quatro amigas, Lucy, Autumn, Nadia e Chantal, mantêm o Clube em plena atividade, reunindo-se, como sempre, no santuário, chamado Paraíso do Chocolate. 

Nesse novo livro, Lucy Lombard achava que sua felicidade estava garantida ao lado de Aiden, seu namorado e chefe lindo, desejado por todas as mulheres. Até o dia em que pegou o amado na cama com outra. Pelo menos, um consolo: ela não é a única desesperada. Autumn ainda não tomou coragem para apresentar o novo namorado para os pais. Nadia não acredita mais nas desculpas dadas pelo marido para esconder o vício da jogatina. Chantal continua tentando salvar o casamento, embora de um jeito um tanto quanto inusitado.”

Sim, mais um chick-lit. O que dizer?! Não resisto a uma boa água-com-açúcar, principalmente quando o tema em torno da trama é CHOCOLATE!

A dieta das chocólatras é a continuação de O clube das chocólatras.

Essa resenha contém spoilers, então continuem por sua conta e risco ;]

Quando eu li a sinopse dessa continuação eu fiquei “Oh my God, tadinha da Lucy”, mas tudo isso não passou de uma grande confusão. Onde tudo tinha parado no livro anterior?!

-> Lucy estava em Londres com a perna fraturada.

-> Aiden (o recém encontrado amor-perfeito), tinha ido passar um tempo na Austrália, já que tinha sido transferido no emprego.

-> Autumn acreditava estar de “férias” do irmão drogado, já que ele tinha sido internado numa clínica nos EUA.

-> Nadia ainda estava morando com Chantal, sofrendo com o vício do marido.

-> Chantal continuou no apartamento alugado, apegando-se ao filho de Nadia e pensando em como reatar o casamento.

Lucy, coitada, estava a quilômetros de distância de Aiden, que passou dias sem respondê-la ou retornar as suas ligações. O natal estava chegando e numa das conferências via webcam com Aiden, ela viu uma mulher de calcinha e sutiã e um homem pelado deitado na cama. Seu mundo caiu! Toda expectativa e confiança depositados em Aiden foram por água abaixo. Não existiria no mundo estoque de chocolate suficientes para dar conta de consolar essa mulher.

Todas do Clube estavam vivendo seus dramas particulares. Autumn finalmente encontrou um namorado! Pelo menos ela tinha se dado bem. Mas ele era negro e mais pobre que ela, que vinha de uma família podre de rica! Nadia via seu marido lutando contra o vício em jogos de azar, apesar de temer pela recaída dele. Chantal teve que lidar com o marido tendo casos com outras mulheres, enquanto ela descobria uma coisa que poderia mudar o futuro dos dois. Mas como nem tudo é perfeito…

Marcus, o ex noivo da Lucy, está pentelhando ela, ligando sempre, visitando de vez em quando, e enfatizando cada vez que a encontra/fala com ela o quanto a ama e se arrepende do que fez. Até tratamento para não traí-la mais ele disse que ia fazer. Carente, bêbada e no fundo do poço, eles transaram na noite de natal. Na manhã seguinte Lucy o despachou. A insistência dele foi ainda pior.

Um belo dia Aiden aparece no escritório da Targa (empresa na qual ele e Lucy trabalham), cheio de amor pra dar. Acontece que ele ficou perdido uns dias no sertão australiano, e aquele cara pelado que Lucy viu era o irmão dele, que estava passando uns dias na Austrália também. E aí mais uma queda. Lucy revelou sua traição, e Aiden não a perdoou, até que…

O irmão de Autumn, Richard, volta para a ceia de natal, quando ela levou o namorado para apresentar a família. O triste é que Richard tava drogadão e mais para frente envolveu a irmã em uma situação perigosa ao extremo. O que pode ter colocado o relacionamento dela igualmente em risco.

Sem o perdão de Aiden, Lucy aceita o pedido de casamento de Marcus. Mas não para de pensar no primeiro. E as coisas não saíram como planejadas. Ainda bem!

Nadia voltou para casa depois de espionar o marido. Mas ele ainda teve a pachorra de jogar tudo para o alto, e se jogar junto.

Chantal conseguiu despertar a maternidade nela, ter um filho não parecia mais uma ideia absurda e em breve ela passaria por transformações.

Até Clive e Tristan, dono e assistente d’O Paraíso do Chocolate, passaram por grandes problemas em seu relacionamento.

Mais do que isso não quero contar, até porque falei mais do que devia. Todas conseguem seu final feliz, como era de se esperar de um romance leve e diabético como esse. E minha torcida para Lucy não se casar com Marcus não foi em vão.

Gostei de como as personagens amadureceram do primeiro livro para esse. Se no primeiro tudo foi tempestade, no segundo começou a despontar a calmaria. Cada uma das meninas cresceram, regadas aos mais deliciosos chocolates.

Terminei o livro com a necessidade mórbida de comer uma trufa com chocolate de Madagascar!!!!!!!! Rezo todos os dias para achar uma chave de portal para o Paraíso do Chocolate!!! Ficarei obesa, mas serei tããããããão feliz *-*

E Aiden é muito amor, gente!!! Mas os chocolates em barra, trufa, bebida, bombons, croissant são muito mais delícia ❤

Anúncios

2 thoughts on “A dieta das chocólatras, de Carole Matthews

Deixe um comentário

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s